Ensino Médio

Ensino Médio

É no Ensino Médio que possibilitamos aos nossos alunos a definitiva aquisição das habilidades necessárias para vencer os exames vestibulares e as demandas do Ensino Superior, conquistar sua posição no mercado de trabalho como um profissional ético, responsável, líder, que sabe trabalhar em grupo e, principalmente, que seja um cidadão que tenha uma compreensão mais profunda da natureza, das artes, das linguagens e das relações sociais que estão estabelecidas no mundo em que vive. Essa experiência de fazer o Ensino Médio na Escola Verde se consolida na possibilidade de ir além das ideias de senso comum que explicam a natureza e a sociedade. Dentre elas podemos citar como exemplos: a vivência de um trabalho interdisciplinar de investigação de diferentes ambientes e cenários políticos, econômicos, culturais e sociais da região e do Brasil, como no Vale do Ribeira, na cidade de Paraty e Brasília, durante os três anos em Viagens de Estudo; a participação nas oficinas que propõem a discussão de temas centrais da formação humana e profissional, na realização de variados simulados de preparação para os processos seletivos que são oferecidos ao longo dos anos, a utilização de tecnologias de aprendizagem virtual e de construção colaborativa, a participação em atividades de iniciação científica que favorecem o preparo para as produções durante a formação universitária e profissional, e as constantes situações de aprendizagem em que são ensinadas e estimuladas a construção da argumentação, a elaboração de hipóteses e a solução de problemas reais que envolvem as diferentes áreas de conhecimento. Neste segmento as áreas conversam constantemente, e o currículo é ajustado para tornar os momentos de aprendizagem muito significativos.

Nossa preocupação com um trabalho que não fragmente a realidade fica evidente nas propostas em que conceitos de áreas como as Ciências Sociais e Naturais, por exemplo, são debatidos concomitantemente na mesma situação problema, a fim de que o entendimento dos fenômenos sociais e naturais sejam compreendidos de forma sistêmica, oferecendo condições para que nossos alunos atuem na sociedade participando ativamente de debates contemporâneos que envolvem o meio ambiente, a saúde pessoal e coletiva, o avanço das tecnologias e as diferentes decisões políticas, econômicas e sociais. Na Matemática esse trabalho é planejado a partir da premissa de que a produção rápida e excessiva de informações na sociedade atual, requer um eficiente pensamento analítico para compreender pesquisas de opinião, índices econômicos e financeiros, doenças, problemas ambientais, entre outros. Para que nossos estudantes adquiram essas habilidades, situações reais e problemáticas são constantemente usadas como modelos para o entendimento de conceitos matemáticos de dimensão abstrata, com o objetivo de ampliar possibilidades de raciocínio, e de criar novas capacidades de interpretar e refletir sobres diferentes contextos. Essas situações também pretendem contextualizar os temas de estudo, dando sentido social ao que se aprende. Entendemos que, o ensino da matemática em uma proposta construtivista, possibilita que os estudantes aprendam a se expressar com clareza, precisão e concisão de pensamentos, valorizando e utilizando, na sua linguagem, dados matemáticos para a argumentação e comunicação das suas ideias. Em Língua Portuguesa trabalha-se de forma que os alunos compreendam a língua enquanto fenômeno fundamental da experiência humana e sua implicações sociais, reconhecendo as variações que surgem de acordo com processos históricos e a necessidade do falante, além da identificação dos recursos linguísticos mais efetivos de acordo com diversos contextos. Esse estudo possibilita enxergar além: do que se fala, do suporte que está inserido o texto, das intenções explícitas. Tudo isso possibilita e envolve a comunicação de um cidadão crítico.

Equipe Pedagógica