RECUPERAÇÃO PARALELA

São duas ou três semanas, ao final de cada trimestre, em que os alunos recebem uma orientação para trabalhos complementares variados, a serem realizados em casa e entregues ao professor, além de participarem também de Plantões de Dúvidas para explicações sobre os temas estudados, revisão ou novas abordagens do mesmo conteúdo.

Ao final de cada trimestre, os professores indicam no boletim se o aproveitamento dos alunos convocados para a recuperação foi satisfatório ou não. Assim, a recuperação não muda a nota trimestral, mas oferece maiores condições ao aluno de avançar em seu aproveitamento. Presença e produção, nestas atividades, são consideradas ao final do ano, quando os professores atribuem o 5º conceito.

Após esta etapa, os alunos que não atingirem a média exigida, poderão ainda realizar estudos finais de recuperação.